terça-feira, 3 de setembro de 2013

[LANÇAMENTO SETEMBRO] Editora Deuses

Este livro conta a história de um amor imprescindível, poderoso e sem fim. Uma maravilhosa e emocionante história em que o maior poder do Universo tem que ser o amor ou a raça humana desaparecerá para sempre.
Esta história é sobre um anjo que foi enviado à Terra para cumprir a ordem dos "Deuses"; e o destino do planeta já estava traçado, mas esse anjo encontrou um amor verdadeiro, intenso, irresistível, envolvente e marcante. Ao amá-la, ele resolveu mudar o destino do mundo; desobedecendo aos "Deuses", enfrentando os demônios, a morte, e até o Universo se tornou seu inimigo.
Este livro traz revelações, e as provam. Deus teria feito um pacto entre Lúcifer e alguns humanos; além disso, há uma “Sociedade” firmada entre os "Deuses" e uma trama no “Céu”.
A humanidade é apenas um prêmio, mas um anjo mudou o destino dos homens por causa do amor, e ele enfrentará a sua mais violenta e destrutiva guerra.
Esse anjo é uma marca na Terra, e o amor é uma marca na alma. Os que acreditam em amor compreenderão a profundidade dessa ligação. Já os que nunca amaram, percebam a fabulosa mágica dessa conexão, e vivam agora a história em que o maior poder do Universo se tornou o amor, e essa história é “A MARCA”.





“John Scott” é um detetive forense da CGP encarregado de cuidar do caso de um Serial Killer intitulado "O Profeta", que marca suas vítimas com o nome de Deus em suas mãos, eliminando lideres seguindo os dez mandamentos de Deus. Mas ao decorrer da trama, o detetive observa que essa ligação dos dez mandamentos seria inútil, já que um dos mandamentos seria "não matarás".
Entre vários homicídios e casos encobertos, Scott fica ainda mais vulnerável, pois seu passado, como em um inferno privado, assombra-lhe. Pois, ele vive uma depressão profunda por ter perdido a sua esposa grávida em um terrível acidente de carro, provocado por ele ao tentar ir atrás de um assassino. Contudo, no decorrer da estória, John acaba dando crédito à sua parceira Louis, o que poderá ser sua perdição ou sua salvação a respeito do que lhe aflige.
Um Romance policial intrigante, sedutor, violento e que prenderá o leitor até a última página. Uma obra Repleta de crimes cometidos por um Serial Killer que não deixa vestígios algum e por isso os detetives da CGP estão sempre a um passo atrás. Contudo, o pior de tudo ainda estará por vir e o querido John novamente viverá um Inferno Privado.


Uma história corajosa, dura, real e forte. Recomendado apenas para aqueles que conseguem suportar a realidade escondida por trás dos holofotes.
Uma obra polêmica! Um mundo onde os poderosos são sujos, covardes, hipócritas e cretinos. Uma ultrapassagem às barreiras do medo, da censura e das retaliações. Uma realidade nunca antes vista, que com certeza nem os mais corajosos jamais ousaram escrever.
Uma jornada impetuosa, repleta de poderosos controladores e manipuladores. O poder está nas mãos dos devassos e crápulas. O sistema é governado pela elite inescrupulosa.
Há uma única saída ao herói desta história: declarar morte ao poder! O Brasil foi controlado pelos imorais, e os líderes de todas as cúpulas acabam por estar unidos, não deixando a ele alternativa, e estando cansado de injustiças, como também, envolvido, tudo o levou a um ultimato.
Os vilões são os donos de tudo, e aplaudidos ao mentirem. Líderes pecadores e criminosos, viciados em interesses pessoais e mesquinhos.
 Convido os destemidos a participarem desta obra. Os bandidos também podem vir e se enxergarão como em espelhos.
A sociedade compreenderá o quanto a batalha dos honrados é dura. A verdade é manipulada, e a mentira vira realidade porque os que têm poder confirmam somente o que são convenientes a si próprios.
A ingênua sociedade é controlada e todo o sistema é imundo! Não há salvação, apenas morte ao poder.




Pitoco foi criado com muito carinho, retratando uma história verídica, vivenciada pelos meus filhos na infância. Havia o desejo em ter um cãozinho de estimação, consequentemente, houve também a necessidade de atribuições para os cuidados com o novo membro.
Acertado isso, a experiência foi bem divertida, pois a estripulia do cãozinho fazia com que as tarefas se tornassem momentos de prazer, e, ao mesmo tempo, passasse a ser educativa.
Cuidar de outro ser desde pequeno é sem dúvida um exercício de compaixão e cidadania que podemos levar para o resto de nossas vidas!






Durante o decorrer da vida, pude vivenciar experiências que visaram à busca do reencontro espiritual, permitindo-me participar de diversos contextos religiosos e conviver respeitosamente, indiferente da crença, com pessoas maravilhosas, dotadas de sabedoria ou ignorância em suas diferentes crendices e culturas.
Compreendi que a fé, em sua íntegra, deve ser sempre racional; já que tudo que ultrapassa as barreiras do improvável ou que possa levar o ser humano ao ridículo, deve ser revisto por nós mesmos, pois “O Pai Criador Celestial” não exige de nós nada que não possamos realizar dentro da racionalidade.
O amor tem sido uma questão que gradativamente conquistou o seu espaço nesta obra. Entretanto, essa emoção, que é a mais pura da humanidade, muitas vezes é empregada de forma errônea: uma vez que as pessoas estão dando outro sentido ao amor, confundindo esse sentimento majestoso, único, âmago e ilimitável, diminuindo-o à paixão. E isso é uma distorção mais do que generosa! Pois o amor é a mais bela e pura energia, não apenas do homem, mas de todo o Celeste.
Esta obra nos ensina a superar os obstáculos que possamos encontrar na vida, fazendo-nos compreender a razão para certas dores, doutrinando-nos harmonicamente, que o amor é a maior das dádivas: amor esse, que move todo o Universo.


Back
to top