quinta-feira, 4 de agosto de 2016

ENTÃO EU ASSISTI... ESQUADRÃO SUICIDA

Esquadrão Suicida
Lançamento: 04/08/2016
Elenco: Jared Leto, Margot Robbie, Will Smith, Joel Kinnaman, Viola Davis, Cara Delevigne
Diretor: David Ayer
Distribuidora: Warner Bros. Pictures
Nota: ★★★★

Depois de tantas imagens promocionais, trailers, pôsteres, teaser e tudo o mais, chega aos cinemas Esquadrão Suicida, a nova aposta da Warner em parceria com a DC Comics. Neste filme, Amanda Waller (Viola Davis) reúne uma equipe de vilões para executar trabalhos que supostamente nenhum homem conseguiria fazer. Os "sortudos" escolhidos são: Pistoleiro (Will Smith), Arlequina (Margot Robbie), El Diablo (Jay Hernandez), Crocodilo (Adewale Akinnuoye-Agbaje), Capitão Bumerangue (Jai Courtney), e Magia (Cara Delevingne), além de Rick Flag (Joel Kinnaman), o militar que vai ter que mantê-los na linha e Katana (Karen Fukuhara), sua protetora.



Há anos a DC Comics luta para conquistar seu espaço nos cinemas, onde a Marvel ainda é o carro chefe de adaptações cinematográficas. Já tivemos alguns sucessos como a trilogia de Batman do Christopher Nolan, Watchmen, que é da Vertigo, um selo mais adulto da DC Comics, O Homem de Aço, que é onde se inicia o Universo Estendido da DC. Este ano tivemos Batman Vs Superman, que recebeu muitas críticas negativas e ainda assim foi um sucesso, e agora temos Esquadrão Suicida, que foi amplamente divulgado o ano inteiro em muitas mídias.


O filme apresenta algumas falhas de roteiro, muitos cortes de cenas já divulgadas em trailers e uma constante preocupação em mostrar que os vilões são boas pessoas apesar de tudo. Há muitos flashbacks, porém rápidos, para mostrar um pouco de cada vilão e como eles chegaram até a prisão, alguns através de super heróis e outros não. De início, os vilões se mostram preocupados o tempo todo em fugir, mas alguém sempre os impede, e este alguém é Amanda Waller. Não que a Margot Robbie tenha decepcionado com sua Arlequina, pelo contrário, mas o destaque deste filme sem dúvidas é a atuação da Viola Davis, que nos entrega uma Amanda forte, determinada a conseguir o que quer e que não mede esforço para isso, disposta a fazer com que seus escolhidos não desistam da missão, nem que pra isso tenha de matá-los. Mas para eles, isso não é necessário, afinal todos estão em uma missão "suicida".


 Mas a pergunta que não quer calar é: e o Coringa do Jared Leto? Bem, este não tem nenhuma cena memorável. Houve uma constante preocupação em divulgá-lo e esqueceram completamente de fazer cenas dignas para o mesmo. No fim das contas, o Coringa mesmo só está preocupado em salvar a Arlequina, está sempre aparecendo em seus flashbacks, enfim, muito "romantizado". Mas apesar de todos os pontos negativos, o filme não deixa de ser uma bela obra. As cenas de ação são muito boas, há algumas cenas cômicas impagáveis (a maioria da Arlequina), há alguns personagens que só se destacam conforme o passar do filme, e os mesmos tem cenas incríveis, e a trilha sonora nem se fala: de Panic! At The Disco a Eminem, cada música escolhida a dedo foi encaixada no momento certo e deu uma ótima mistura.


Esquadrão Suicida pode ter muitos erros, mas há quem diga que a boa quantidade de referências e conexões com o Universo Estendido da DC Comics faz dele um ótimo filme, assim como outros fatores. Talvez a quantidade de teasers e trailers prejudique a experiência de alguns no cinema, mas com todos esses personagens clássicos e cativantes, é impossível não curtir o filme. Afinal, eles são pessoas más e é isso que fazem ;) Recomendo muito o filme!

Veja o trailer abaixo:

Back
to top