sexta-feira, 26 de fevereiro de 2016

ENTÃO EU ASSISTI... A BRUXA

A Bruxa
Lançamento: 03/03/2016
Elenco: Anna Taylor Joy, Ralph Ineson, Kate Dickie
Diretor: Robert Eggers
Distribuidora: Universal Pictures
Nota: ★★★★★

O mal pode assumir muitas formas. E isso fica bem claro no filme A Bruxa, um filme que opta pelo temor ao invés dos clássicos sustos. O filme conta a história de uma família que é expulsa da localidade onde moram e passam a viver em meio à uma floresta. Meses depois, quando já estão estabelecidos no local, coisas estranhas começam a acontecer.









Esqueça todos os filmes de terror que já viu: A Bruxa tem tudo para deixar muita gente de cabelo em pé, e na medida certa. O filme irradia tensão, do início ao fim, e elementos como o cenário, trilha sonora e a interpretação em conjunto dos personagens só servem para aumentar essa tensão. Mas tudo ali tem uma razão para acontecer, e este é o ponto alto do filme.


Eggers procurou misturar várias questões em seu roteiro, como o fanatismo disfarçado de amor à religião, que pode destruir qualquer coisa, a crença em que um ser mitológico (a bruxa propriamente dita) possa ou não existir, o que é agravado com a puberdade de Thomasin, a constante indagação a respeito da aparência da bruxa, entre muitos outros fatores, contribuem para que este filme seja uma das mais fantásticas obras de terror deste ano. E o fato que o filme faz o público assistir o filme com as mãos no rosto (sim, fiquei desse jeito em boa parte dele) é só um bônus para os olhos.


Não há grandes acontecimentos em A Bruxa, porém, o drama constante e o fato de que o bem, às vezes, pode ser o mal disfarçado, só deixam o espectador muito apreensivo com o que pode acontecer a cada minuto. Prepare-se para sair do cinema bastante perturbado. Super recomendo este filme.

Veja o trailer:

Back
to top