segunda-feira, 27 de abril de 2015

[LANÇAMENTOS] MÊS DE ABRIL - EDITORA LEYA BRASIL

A Melhor Coisa Que Nunca Aconteceu na Minha Vida
Laura Tait e Jimmy Rice
Todo mundo faz planos para o futuro. Mas será que a vida sempre leva aos caminhos desejados?
Viajar pelo mundo, ter o emprego dos sonhos, um grande amor do passado. Cada um imagina que sua vida acontecerá de uma maneira diferente. Perto de completar trinta anos, Holly e Alex, que não se veem há onze anos, voltam a se encontrar por acaso.
Como o reencontro vai afetar a vida desses velhos amigos de infância?
Na adolescência a amizade escondia uma grande paixão não revelada. E que, mesmo com o passar dos anos, continuou na memória como lembrança ou arrependimento do que poderia ter sido. O que aconteceria se o destino reservasse a possibilidade de viver uma segunda chance, tanto na vida quanto no amor?
A melhor coisa que nunca aconteceu na minha vida tem esse gostinho de primeiro amor. Com um enredo leve, romântico e engraçado, este casal de protagonistas te conquistará logo nas primeiras páginas.

A prática infinita
Mark Nepo
Destaque no programa do ícone da televisão americana Oprah Winfrey, a obra de Mark Nepo tem inspirado milhões de pessoas a redefinirem-se em face aos desafios da vida.
Em A Prática Infinita, o autor nos conduz por algumas das questões mais profundas e antigas da alma, tais como: O que significa habitar o mundo? Como é que ficaremos à salvo em meio às tempestades da vida? Qual é o segredo para despertarmos para a vida? Mark afirma que a jornada da alma não apenas é inevitável, como é essencial para a nossa sobrevivência. A jornada humana se dá por meio da vida que nos faz crescer, e não importa aonde vamos, não podemos fugir desta verdade fundamental: o que está no caminho é o caminho.
Como Mark escreve: “A questão da experiência não é escapar da vida, mas vivê-la.” 

Além da Muralha
Explorando o Universo de as Crônicas de Gelo e Fogo
James Lowder
“Surgiram vários livros sobre a série da HBO Game of Thrones e sobre As Crônicas de Gelo e Fogo... E oque mais me impressionou foi Além da Muralha, de James Lowder.” - Geroge R. R. Martin 
Era inevitável que uma obra com a força das As crônicas de gelo e fogo acabasse ultrapassando as fronteiras dos Sete Reinos de Westeros. Em Além da Muralha, uma coletânea de ensaios avança sobre novos territórios, desvendando temas como as disputas pelo poder, o papel das mulheres na trama e a natureza dos seus deuses e seres fantásticos. 
E para quem tem sede de ir mais longe, pode mergulhar na complexidade dos heróis e vilões, bem como nas questões morais que envolvem seus atos e decisões, além de descobrir os desafios que existem na adaptação da série para a linguagem das HQs. 
Mais do que um livro de ensaios sobre o universo de George R. R. Martin, Além da Muralha é uma aventura fascinante, capaz de revelar detalhes que podem passar desapercebidos até mesmo pelos maiores fãs da série.

Luxúria
Os Sete Pecados # 1
Mauricio Horta
"Quem nunca pecou que atire a primeira pedra”, já disse Jesus lá na Bíblia. Mas, dependendo da intenção de quem jogasse, também seria considerado um pecador. Se lançasse a pedra com raiva, com certeza teria agido com Ira. Se sentisse prazer com o ato, cairia na Luxúria. Se a pedrada fosse por causa de uma dívida, seria um gesto de Cobiça. Se a razão fosse ficar com os bens da vítima, seria Inveja. Se o motivo fosse aparecer perante os outros, olha aí a Vaidade. Se precisasse beber para tomar coragem, cometeria a Gula. E até quem não conseguisse atirar, por ter se atrasado ao apedrejamento, mesmo assim pecaria por ter cedido à Preguiça.
Evitar os sete pecados capitais não é uma tarefa das mais fáceis. É por isso que a nossa trajetória está
repleta deles. Saber como moldaram a história do mundo, como foram criados e modificados ao longo
do tempo é entender onde estamos e aonde queremos chegar.
Dos liberais templos pagãos da Grécia aos falsos pudores medievais. Dos encantos dos portugueses
pelas índias às revoluções sexuais dos tempos modernos, deixemos os pudores de lado para
mergulhar com gosto na Luxúria, que talvez seja o mais tentador de todos os pecados.

Inveja
Os Sete Pecados # 2
Alexandre Carvalho
"Quem nunca pecou que atire a primeira pedra”, já disse Jesus lá na Bíblia. Mas, dependendo da intenção de quem jogasse, também seria considerado um pecador. Se lançasse a pedra com raiva, com certeza teria agido com Ira. Se sentisse prazer com o ato, cairia na Luxúria. Se a pedrada fosse por causa de uma dívida, seria um gesto de Cobiça. Se a razão fosse ficar com os bens da vítima, seria Inveja. Se o motivo fosse aparecer perante os outros, olha aí a Vaidade. Se precisasse beber para tomar coragem, cometeria a Gula. E até quem não conseguisse atirar, por ter se atrasado ao apedrejamento, mesmo assim pecaria por ter cedido à Preguiça.
Ela está por trás do Holocausto e da morte de Sócrates, da criação da Capela Sistina, das teorias de Freud e da obra dos Beatles. Saiba como a Inveja transformou a humanidade.
Evitar os sete pecados capitais não é uma tarefa das mais fáceis. Ainda mais a Inveja.
Esse pecado foi responsável por uma série de tragédias: do assassinato de Sócrates na Grécia Antiga
à ascensão dos nazistas na Alemanha. Neste livro, você vai ver que não existe só podridão no reino da Inveja. Sim, porque ela serviu de combustível para realizações ímpares, como o melhor da pintura renascentista às fenomenais músicas de John Lennon e Paul McCartney. E, de quebra, ajudou a formar o caráter brasileiro. Pois é. Se o pecado mora ao lado, às vezes pode ser bom que seja o da Inveja.

Mãe relax
Mariana Zanotto
Durante anos, Mariana Zanotto relatou em um blog de sucesso, o Pequeno guia prático para mães sem prática todas as suas impressões, dúvidas, certezas, experiências e inexperiências – além de uma porção de histórias hilárias – sobre gestação, parto, nascimento e crescimento de seu casal de filhos. Agora, o blog toma a forma de livro trazendo um pouco de sua crença sobre como tornar a vida de mãe algo mais prazeroso, libertador e reconfortante do que os estereótipos de perfeição que encontramos por aí.
Em formato gift, ilustrado e com uma fita colorida fechando a capa, é um presente perfeito de Dia das
Mães, tanto para os filhos, como para as mães presentearem a si mesmas.
Back
to top