domingo, 22 de março de 2015

[RESENHA] A MULHER SILENCIOSA

Livro: A Mulher Silenciosa
Autora: A.S.A Harrison
Editora: Intrínseca

Resumo: A Mulher Silenciosa - Jodi e Todd estão juntos há 20 anos e, aparentemente, levam uma vida invejável. Todd é um empreiteiro bem-sucedido que pode bancar alguns luxos, como o enorme apartamento com uma vista deslumbrante para o lago, um Porsche (dele) e um Audi (dela) na garagem, e o estilo de vida de Jodi. Psicoterapeuta, ela atende em casa apenas dois clientes por dia, e tem tempo de sobra para as sessões de pilates, as aulas de arranjos florais, os passeios com Freud, o golden retriever do casal, e o preparo das refeições gourmet de que tanto gosta. Jodi ainda fica ansiosa ao ouvir a chave do marido abrindo a porta. Todd diz que nunca encontrará uma mulher igual a ela. Essa fachada perfeita, porém, está prestes a ruir. Todd é um adúltero incurável, e Jodi sabe disso. Ela é a esposa silenciosa, preparada para tolerar as traições do marido com o intuito de manter as aparências. Até que Todd sai de casa - para viver com uma mulher com metade da idade dela, filha de seu melhor amigo. Magoada, humilhada e, por fim, financeiramente abalada, Jodi começa a contemplar o assassinato como uma opção razoável. Contado alternadamente nas perspectivas dele e dela, 'A mulher silenciosa' é um livro sobre um casamento à beira do fim, um casal na direção da catástrofe, concessões que não podem ser feitas e promessas que não serão cumpridas. Um thriller psicológico sofisticado, que seduz o leitor desde a primeira página.


Resenha: 

Adorei a narrativa da autora que me prendeu na leitura desde a primeira linha, o que percebo é que às pessoas estavam com expectativas que ele fosse parecido com Garota Exemplar e não conseguissem captar a grandeza do livro, as pessoas estavam atrás de um grande suspense, mas esse não é o foco do livro, é um livro mais puxado para o lado psicológico e cotidiano dos personagens, um casamento que está à beira do fim e o que uma mulher traída e abandonada é capaz de fazer para não perder sua dignidade.A trama é narrada em terceira pessoa, porém em capítulos alternando os pontos de vista de Jodi e Todd, um casal aparentemente perfeito, deixando o leitor por dentro dos sentimentos mais profundos deles como em uma narrativa em primeira pessoa.

Jodi é psicoterapeuta, uma mulher de meia idade casada com Todd há 20 anos, ela é aquele tipo de mulher que busca a perfeição, uma vida certinha de aparências, tem um marido adúltero no qual ela aceita calada suas puladas de cercas, pois ela sabe separar sexo de amor e sabe que o marido sempre volta para casa e nunca irá abandoná-la, mas seu mundo começa a desmoronar quando ele se envolve com a filha do melhor amigo que tem idade para ser sua filha e o caso fica mais sério do que ela podia prever. Eu odiei Todd desde o início não só por ser adúltero, mas também por ser um babaca, sim ele é um babaca, não quero falar mais dele se não vou acabar soltando spoiler, mas com certeza você vai odiá-lo também.
Sugiro que não leiam a sinopse e não criem grandes expectativas com muita ação, suspense e reviravoltas extraordinárias, apenas leiam e apreciem essa obra maravilhosa. Recomendo a leitura a todos e principalmente quem gosta de psicologia.
Back
to top