sexta-feira, 27 de março de 2015

[RESENHA] CASAMENTO POR CONVENIÊNCIA


Livro: Casamento por Conveniência 
Autora: Jennifer Probst
Editora: LeYa


ResumoCasamento por Conveniência - Um compromisso por interesse chamado de “casamento”. Desesperada por dinheiro para salvar a casa de sua família, a impulsiva Alexandria McKenzie se entrega a uma última e inusitada tentativa: faz uma simpatia de amor para encontrar um marido. Um marido rico, de preferência. Nicholas Ryan não acredita em amor eterno, casamento e família. No entanto, para que possa herdar as ações de seu tio e se tornar sócio-majoritário da empresa da família, ele deveria atender a um único requisito do testamento: casar-se e manter-se casado por pelo menos um ano. Nick e Alexa possuem muito pouco em comum, apenas o fato de Alexa ser a melhor amiga da irmã de Nick. Mas, movidos por seus interesses, os dois decidem se unir. Um acordo nupcial simples, sem paixão e sem complicações. Esse será o combinado por um ano. Mas a convivência será capaz de fazer nascer algum sentimento entre eles?


Resenha: Alexa sonha com o marido perfeito: torce pros Mets, gosta de animais, é bonito, quer ter filhos... e, de preferencia, também é rico. O problema é que seus pais hipotecaram a casa da família - para arcar com as despesas médicas dos problemas de saúde do pai - e agora precisam de 150 mil praticamente de um dia para o outro, ou precisarão vender a residência. Nick, por outro lado, sofreu alguns traumas na infância e pretendia nunca se casar.  Entretanto, seu tio - dono da empresa onde trabalha como arquiteto - veio a falecer e deixou em seu testamente que, como condição para ficar com a empresa, Nick precisaria casar-se e manter-se casado por um ano.  Dessa forma, ele começa a procurar uma mulher com a qual pudesse se manter casado por esse período, considerando características como ser independente, não ter animais, não ter uma família muito grande, não ser muito sentimentalista e ser alguém em que ele pudesse confiar.

Como vocês podem ver, não há nada em comum nas prioridades dos dois, além de Alexa precisar de dinheiro e Nick precisar se casar. Entretanto, ambos já estão ficando sem alternativas, por isso é claro que, ao serem apresentados - na verdade reencontrados seria uma palavra melhor - pela irmã de Nick, Maggie, eles logo decidem ir adiante com um falso casamento.

O enredo é mais clichê impossível, mas, de algum jeito, parece funcionar; as primeiras 100 páginas passam num piscar de olhos. É relativamente bem escrito, também. Eu acho que é depois da primeira noite deles juntos que a história começa a desandar um pouco. Primeiro porque as cenas de sexo são todas curtas e chatas (completamente dispensáveis), depois porque, quando percebem que se amam, os personagens ficam uns bundões. Sério mesmo, não encontro palavra melhor para descrever. Enfim, é um livro divertido para uma noite de insônia, mas eu aceitaria de boas um final menos apelativo hahaha.
Back
to top