sexta-feira, 18 de outubro de 2013

[RESENHA] LIÇÕES DO DESEJO

Livro: Lições do Desejo
Autor (a): Madeline Hunter
Editora: Arqueiro

Sinopse:
Atraente, sutil e tentador, lorde Elliot Rothwell é um homem acostumado a fazer sucesso entre as mulheres e a conseguir tudo o que deseja delas. Mas isso não se aplica a Phaedra Blair. A brilhante e exótica editora não parece disposta a ceder a seu pedido e cancelar a publicação das memórias de um membro do Parlamento que podem manchar o nome da nobre família Rothwell. A pedido de seu irmão mais velho, o marquês de Easterbrook, Elliot vai a Nápoles para negociar com Phaedra. Historiador de renome e autor de livros respeitados, tudo indica que ele seja a pessoa ideal para a tarefa. Porém, em vez de encontrar a bela mulher descansando à beira do mar Tirreno, Elliot descobre que ela está presa por causa de uma acusação injusta. Graças ao prestígio da família, o nobre consegue libertá-la, mas também se torna responsável por ela até voltarem à Inglaterra. Percorrendo juntos uma das regiões mais belas e românticas da Europa, eles vão descobrir que discordam de quase tudo o que o outro pensa ou faz – exceto o que fazem juntos na cama. E, nessa aula de prazer, será cada vez mais difícil saber qual dos dois tem mais a ensinar.

Resenha:
Segundo livro da série Rothwell, esse livro nos apresenta ao irmão mais novo Elliot Rothwell, um escritor bem sucedido. Pheadra Blair é a melhor amiga de Alexia (mocinha do primeiro livro) e é tudo... menos uma donzela inocente e manipulável. Ela é a filha de uma feminista, a frente do seu tempo, que acredita no amor livre e nos direitos da mulheres. Mas quando seu pai morre a deixa com um grande legado, uma biografia que pode complicar a vida de muitos lordes, ela decide investigar sobre alguns fatos que constam nesse livro... e um desses fatos são as acusações, postas de maneira sutil, contra o pai dos irmãos Rothwell. Incumbido de impedir a publicação do livro, ou pelo menos retirar a parte que fala sobre sua família, Elliot vai a Itália atrás de Pheadra só que lá chegando a encontra numa situação um tanto delicada. Após um mal entendido ele consegue ajudar Pheadra a sair Nápoles e decide acompanhá-la na viagem. Apesar das faíscas e filosofias reversas a atração que um sente pelo outro se torna inegável e eles se entregam a uma paixão ardente... Mas será que as complicações irão parar de se meterem no caminho desses dois??? Alguém irá ceder a suas convicções??? E como no próprio livro cita... aquilo que os une irá ter o poder de separá-los???
Esse livro, como todos os livros da Madeline Hunter, são ricos em detalhes e sua narrativa é fluída e deliciosa de ler. Podemos observar um pouco mais sobre a posição da sociedade em relação a mulher "que pensa e se impõe" e que, em teoria, não liga para as formalidades sociais. Pheadra se encaixa nessa posição, foi criada envolta dessas filosofias feministas, mas até que ponto tais filosofias teóricas podem ser postas em práticas? E o que será que esses dois personagens estão dispostos a abrir mão para defender seus ideias, desejos e esperanças?

Eu simplesmente adorei o livro, é cheio de romance, intrigas, confusões, amor, cenas calientes e até mesmo um casamento!

Os apaixonados por romances históricos irão adorar esse livro!

Feito por Tamires Bourbon
Back
to top