domingo, 5 de agosto de 2012

[RESENHA] INSACIÁVEL

Livro: Insaciável
Autor (a): Meg Cabot
Editora: Galera Record
Páginas: 502


Resumo: 
Cansado de ouvir falar de vampiros? Meena Harper também. Mas seus patrões estão fazendo ela escrever sobre eles de qualquer maneira, mesmo que Meena não acredite neles. Não que Meena não esteja familiarizada com o sobrenatural. Veja, Meena Harper sabe como vamos morrer. (Não que você vá acreditar nela. Ninguém nunca acredita). Mas nem mesmo o dom da premonição de Meena pode prepará-la para o que vai acontecer quando ela conhece – e comete o erro de se apaixonar - Lucien-Antonescu, um príncipe moderno com um lado sombrio. É um lado negro que muitas pessoas, como uma antiga sociedade de caçadores de vampiros, preferiria vê-lo morto. O problema é que Lucien já está morto. Talvez por isso ele é o primeiro cara que Meena já conheceu com quem ela poderia ter um futuro. Entenda, enquanto Meena sempre foi capaz de ver o futuro de todo mundo, ela nunca foi capaz olhar para o dela própria. E quando Lucien é o que Meena jamais sonhou como namorado, de repente ele pode vir a ser tornar o seu pesadelo. Agora pode ser uma boa hora para Meena começar a aprender a prever seu próprio futuro. . . Se ela ainda tiver um.

Resenha:
Insaciável é o primeiro livro de uma nova série da Meg Cabot, no qual se trata de vampiros. Ah de novo não! Vampiros outra vez?! Você não gosta das criaturas da noite? Eles arruinaram com sua vida? A de Meena Harper também.
Meena Harper é roteirista da novela Insaciável, e que tem o estranho dom de prever a morte das pessoas. E tudo já não estava indo muito bem em sua vida, quando sua chefa decide que seria melhor para a novela colocar o enredo da “moda”: Os vampiros. Que estava alavancando a audiência da concorrência, a novela Luxúria. Então para levantar a audiência de Insaciável nada melhor que colocar uns vampiros também... Mais tarde em um jantar dado pela sua vizinha Mary Lou (que adora arrumar um par para Meena), Meena conhece Lucien Antonesco, príncipe das trevas que comanda os Dracul, vampiros que se comprometem em não matar humanos ao se alimentar deles. Lucien carrega grandes mistérios para Meena, assim como ela tem mistérios para ele, pois Lucien não conseguia ler com clareza a mente de Meena, e ela não conseguia prever a morte dele. Porém a atração entre eles é mútua.
Como o livro aborda vampiros, teríamos que tem os caçadores. São esses a Palatina, organização supersecreta do Vaticano, que tem como dever exterminar os demônios. E é aí que entra o Alaric Wulf, um palatino, encarregado de ir à Nova Iorque para desvendar o mistério de corpos de jovens mulheres que foram encontrados no parque, extingues de sangue, porém ele acaba se envolvendo em outro caso...
Voltando aos vampiros, Meg Cabot aborda um fato antigo e pouco mencionado nos livros vampirescos de hoje em dia... “O poder” de se transformar em morcegos que os vampiros, supostamente têm. Achei superinteressante isso voltar à tona.
Foi o primeiro livro que terminei da Meg, e gostei bastante. O modo como ela escreve te prende de uma forma incrível, sem mencionar as várias gargalhadas que ela te arranca. Só não sei cinco estrelas por conta de um fato que achei um tanto absurdo, que não posso contar porque é spoiler... Porém o livro é muito recomendado!

Feito por Lucyanna Melo
Back
to top