sábado, 28 de julho de 2012

[RESENHA] Cinquenta Tons de Cinza



Livro: Cinquenta Tons de Cinza
Autor (a): E. L. James


Resumo: Quando Anastásia Steele entrevista o jovem empresário Christian Grey, descobre nele um homem atraente, brilhante e profundamente dominador. Ingênua e inocente, Ana se surpreende ao perceber que, a despeito da enigmática reserva de Grey, está desesperadamente atraída por ele. Incapaz de resistir à beleza discreta, à timidez e ao espírito independente de Ana, Grey admite que também a deseja - mas em seus próprios termos.
Chocada e ao mesmo tempo seduzida pelas estranhas preferências de Grey, Ana hesita. Por trás da fachada de sucesso - os negócios multinacionais, a vasta fortuna, a amada família -, Grey é um homem atormentado por demônios do passado e consumido pela necessidade de controle. Quando eles embarcam num apaixonado e sensual caso de amor, Ana não só descobre mais sobre seus próprios desejos, como também sobre os segredos obscuros que Grey tenta manter escondidos...


Resenha: Gente esse livro me surpreendeu! Devo confessar que não gosto muito de livros em primeira pessoa, pois vemos os outros personagens pela visão do personagem principal, e fica um tanto difícil criarmos nosso próprio ponto de vista sobre o que acontece, mas isso não é tão verídico nesse livro! No começo eu achei que a Ana era um tanto sem graça, mas como errei. A coitada é totalmente atrapalhada e insegura, mas tem uma língua super afiada e é muito corajosa! Ela é bastante independente também, e as vezes irrita.
O que posso falar do delicioso Gray? Ele é o personagem mais bipolar (tri, quadri, poli?) que já tive o prazer de conhecer! Sério. Ele tem um passado bem obscuro, e o livro nos trás muito pouco do seu passado. Dá para ter uma noção e entender seu ponto de vista, do seu mundo, mas tenho certeza que ainda tem muita coisa por trás desses tons. Ele é extremamente possessivo, temperamental, meticuloso e, segundo Ana, um perseguidor! Poderia passar mais um tempo aqui falando sobre ele, mas aí a resenha ficaria enorrrrrme (mais do que ficou XD)!!!! Vamos ao que interessa!
O livro é bastante intenso. A Anastásia (Ana) acaba conhecendo o Sr. Gray por “acaso” graças a sua melhor amiga, e companheira de quarto, Kate. É um dos momentos mais embaraçosos da sua vida, e ela espera nunca mais o vê-lo. Mas para o seu total desespero eles acabam se encontrando novamente devido a outro mero “acaso”, só umas comprinhas (claro!). Quando um dia ele faz um convite para um café da manhã, e ela aceita, “começa” a se desenrolar todo o “romance”. Um tempo depois Ana descobre que o Sr. Gray tem uma opção sexual bem, digamos, exótica (cujo tem até um infame contrato!!! kkkkkk), e ela vai ter que se decidir, se aceita ou não ter o seu Cinquenta Tons sobre os termos que ele decidiu. É uma estória viciante, e ficamos curiosos com o seu desenrolar desde o primeiro capitulo! Um livro extremamente Hot, com cenas de BDSM (Bondage, Disciplina, Sadismo e Masoquismo), e muitoooo sexo.

 A escritora escreveu esse livro com o intuito de nós sentirmos o que a Ana sente a cada momento, e devo dizer que deu muito certo! Nós rimos, ficamos com raiva e choramos junto com a Ana. Só digo mais uma coisa: O homem não para! Parece um coelho kkkkkk.
Espero que gostem do livro tanto como eu (Ele é muito BOMMMM – Surtos), e leiam essa resenha ENORMEEEE! Mas não pude fazer nada, o livro é tudo isso e muito mais!
Beijosssssssssss ;D

***** (5 Estrelas =D)
Back
to top