quinta-feira, 8 de setembro de 2016

ENTÃO EU ASSISTI... STAR TREK: SEM FRONTEIRAS

Star Trek: Sem Fronteiras
Lançamento: 01/09/2016
Elenco: Chris Pine, Zachary Quinto, Zoe Saldana, Anton Yelchin, Simon Pegg, Karl Urban, Idris Elba
Diretor: Justin Lin
Distribuidora: Paramount Pictures
Nota: ★★★

Este ano celebramos 50 anos do lançamento da série de Star Trek, e não poderia haver melhor comemoração que o lançamento de Star Trek: Sem Fronteiras, último filme da trilogia atual. Neste filme, o capitão da USS Enterprise James T. Kirk e sua equipe estão na missão que o mesmo determinou no penúltimo filme: uma jornada de cinco anos pelo espaço, explorando novos mundos e indo aonde ninguém jamais esteve. Em uma dessas viagens, eles tem de enfrentar o misterioso Krall, que ataca a tripulação e faz com que Kirk siga em uma viagem para resgatar seus companheiros de equipe em um planeta desconhecido.



Depois de dirigir Star Trek e Star Trek: Além da Escuridão, o diretor J. J. Abrams passou o posto de diretor neste filme para o Justin Lin e ficou com o posto de produtor. A missão? Tentar fazer algo melhor e inovador que o último filme da nova trilogia. Juntamente a Lin, estão como produtores Simon Pegg (que também faz o Scotty no filme) e Doug Jung. O resultado? Talvez o melhor filme de 2016 até agora. Star Trek: Sem Fronteiras foge totalmente dos filmes anteriores, que buscaram replicar histórias já lançadas. Agora temos um filme que mira exatamente no desconhecido, mas sem deixar de lado todas as referências à série e aos filmes anteriores.


O novo filme agora traz novas raças alienígenas, uma nova estação espacial (muito bem trabalhada, diga-se de passagem) e um vilão que condiz com toda a carga que Star Trek trouxe desde 1966. O elenco agora está interagindo bem mais entre si do que nos filmes anteriores. Em Sem Fronteiras, após o ataque de Krall à Enterprise, eles são separados em duplas um tanto quanto "inusitadas", que geraram alguns momentos muitos bacanas e também cômicos. Também somos apresentados à Jaylah, que também teve sua nave e tripulação atacadas por Krall e está presa no mesmo planeta onde Kirk e sua equipe estão. Ela se alia aos tripulantes da Enterprise em um clímax muito intenso e emocionante, onde ninguém fica ofuscado e há um equilíbrio muito grande da equipe. Destaque também para o Krall, interpretado por Idris Elba, que está irreconhecível no papel e faz um vilão que não deixa a desejar em nenhum momento do filme.


Entre muitas cenas incríveis de ação e efeitos especiais, há espaço para o levantamento de muitas questões, como Kirk e Spock pensando se devem ou não continuar em seus postos, há o relacionamento de Spock e Uhura sendo posto à prova, há a surpresa quando vemos Sulu e sua família reunidos depois de cinco anos, e há também espaço para homenagens à Leonard Nimoy (o nosso adorado Spock) e a Anton Yelchin (que faz o Chekhov), que ganha um destaque maior neste filme. Star Trek: Sem Fronteiras é totalmente novo, mas não abandona suas raízes, sendo até comparado com a série clássica. Um verdadeiro presente para os trekkers que sempre sonharam em embarcar na USS Enterprise em uma viagem irreverente e ao mesmo tempo emocionante à Fronteira Final. Recomendo muito o filme!

Veja o trailer abaixo:

Back
to top