quarta-feira, 19 de agosto de 2015

[LANÇAMENTOS] MÊS DE AGOSTO - EDITORA INTRÍNSECA

O mundo imaginário de...
Keri Smith
Imaginar algo melhor e mais interessante é o que faz de nosso mundo um lugar de constante transformação. Alguns dos maiores atos revolucionários de nossos tempos aconteceram porque alguém teve coragem de pensar diferente.
Em O mundo imaginário de..., Keri Smith pede que o leitor crie um mundo completamente novo e inusitado. Primeiro, ela sugere listas: coisas amadas, coleções, cores, formas, ideias, pessoas e criaturas das mais fascinantes. Elencados nas páginas do livro, esses itens serão as pedras fundamentais do seu lar imaginário. Daí para a frente, as tarefas não param mais: construir paisagens, inventar nomes, bolar mapas, moeda, conceber habitantes, marcas, comidas, história e muito, muito mais.
Mais uma contribuição de Keri Smith às mentes criativas deste mundo, para artistas e sonhadores de todas as idades que vão revolucionar o cotidiano com todas as infinitas possibilidades de seus mundos imaginários.


A Sorte do Agora
Matthew Quick
Bartholomew Neil passou todos os seus quase 40 anos morando com a mãe. Depois que ela fica doente e morre, ele não faz ideia de como viver sozinho. Wendy, sua conselheira de luto, diz que Bartholomew precisa abandonar o ninho e fazer amigos. Mas como um homem que ficou a vida toda ao lado da mãe pode aprender a voar sozinho? Bartholomew então descobre uma carta de Richard Gere na gaveta de calcinhas da mãe e acredita ter encontrado uma pista de por quê, afinal, em seus últimos dias a mãe o chamava de Richard... Só pode haver alguma conexão cósmica! Convencido de que Richard Gere vai ajudá-lo, Bartholomew começa essa nova vida sozinho escrevendo uma série de cartas altamente íntimas para o ator. De Jung a Dalai Lama, de filosofia a fé, de abdução alienígena a telepatia com gatos, tudo é explorado nessas cartas que não só expõem a alma de Bartholomew, como, acima de tudo, revelam sua tentativa dolorosamente sincera de se integrar à sociedade. Original, arrebatador e espirituoso, A sorte do agora é escrito com a mesma inteligência e sensibilidade de O lado bom da vida. Uma história inspiradora que fará o leitor refletir sobre o poder da bondade e do amor

Destrua este diário em qualquer lugar
Keri Smith
Depois de entreter milhões de pessoas ao redor do mundo com tarefas lúdicas que fogem do convencional, Keri Smith lança Destrua este diário em qualquer lugar. Com instruções simples e bem-humoradas, atividades novas e algumas das páginas mais famosas do volume original, esse novo livro tem o formato perfeito para ser levado a qualquer lugar! Uma celebração da criatividade, da imperfeição e da criação. Mergulhe em um mundo de rascunhos, anotações aleatórias, cores e, o melhor de tudo, de destruição, em que lápis de cera, canetinha, giz, adesivos e muita imaginação são as mais valiosas ferramentas.
A proposta de Keri é estimular a criatividade e questionar as convenções, com a bandeira de que o perfeccionismo tão exaltado na nossa cultura é na verdade um grande empecilho do processo criativo. A palavra de ordem é esculhambar a monotonia e o lugar-comum para que o novo possa surgir com toda a força.

Deixado para morrer
Beck Weathers
Em 1996, Beck Weathers e seu grupo de alpinistas empenhavam-se na dura jornada de vencer o Everest quando uma tempestade inesperada atingiu a montanha, desmantelando o grupo e os deixando à deriva em meio à nevasca e ao vento congelantes, que cegavam e impediam qualquer movimento em direção à salvação. Quando foi possível uma primeira tentativa de resgate, Beck estava à beira da morte e foi abandonado na neve enquanto outros, com mais chance de sobreviver, foram salvos. Doze horas mais tarde, aconteceu o inexplicável: Beck surgiu descendo a montanha na direção do acampamento, cego, sem luvas, o gelo invadindo até mesmo o interior do macacão térmico. Assim como Beck, dezenas de pessoas foram surpreendidas naquele 10 de maio, até então o dia mais mortal em 75 anos desde a primeira investida humana no Everest. Oito morreram. Deixado para morrer é um dos mais impactantes relatos dessa tragédia. Beck revisita a decisão de escalar uma das montanhas mais perigosas do mundo — à época ele era um alpinista amador de 49 anos — e narra toda a sua incrível jornada desde a tempestade que deveria tê-lo matado até sua surpreendente volta à vida. Tudo isso com a intensidade única de quem ganhou uma inesperada e extraordinária segunda chance

A Ascensão da Sombra
A Roda do Tempo # 4
Robert Jordan
Os lacres de Shayol Ghul enfraquecem, e o Tenebroso avança. A sombra se ergue para encobrir definitivamente a humanidade. Em Tar Valon, Min tem visões de um destino terrível. Será o fim da Torre Branca? Em Dois Rios, os Mantos-brancos caçam o homem de olhos dourados e o Dragão Renascido. Em Cantorin, junto ao povo do mar, A Grã-lady Suroth vislumbra o retorno dos exércitos Seanchan ao continente. Enquanto na Pedra de Tear, o Lorde Dragão planeja seu próximo passo e ninguém será capaz de prevê-lo. Nem a Ajah Negra, as nobres de Tairen ou as Aes Sedai, nem mesmo Egwene, Elayne e Nynaeve. Declarado o escolhido da antiga profecia, Rand al´Thor, o Dragão Renascido, precisa seguir em frente e cumprir seu destino: proteger o mundo do retorno do Tenebroso. 
Em A Ascensão da Sombra, Jordan imprime ainda mais suspense à série trazendo uma ameaça até então desconhecida à cidade de Tar Valon, lar das poderosas Aes Sedai. Mergulhados no perigo constante representado pelos Mantos-brancos, os Amigos das Trevas e os Trollocs, entre outros inimigos mortais, ninguém está seguro de qual rumo seguir. Movimentos profundos e inesperados que fazem de A Roda do Tempo uma das mais extraordinárias séries já escritas.
Back
to top