quarta-feira, 22 de janeiro de 2014

[RESENHA] EM BUSCA DE UM FINAL FELIZ

Livro: Em Busca de um Final Feliz
Autora: Katherine Boo
Editora: Novo Conceito

Resumo: Em Busca de um Final Feliz, de Katherine Boo, é um livro brilhantemente escrito. Através de uma forte narrativa, descobrimos como é o dia a dia dos moradores de Annawadi, uma favela à sombra do elegante Aeroporto Internacional de Mumbai, na Índia. A história de seus habitantes nos faz rir e chorar, porque “o que é celebrado neste livro não é o que poderíamos chamar toscamente de ‘o encanto da lama’, mas a riqueza das pessoas que — para o bem e para o mal — compõem um tronco social que está cada vez mais presente no nosso mundo moderno”. (Zeca Camargo, em prefácio a esta edição).
O leitor vai se apaixonar por Sunil Sharma, o menino catador de lixo que quer ficar rico, por Manju, a moça mais bonita da favela, que quer ser professora, e até pela tresloucada Fátima, a Perna Só, que só quer um pouco de atenção.




Resenha:

Em Busca de um Final Feliz  narra a história de vários moradores de uma favela em Mumbai/Índia. É uma obra de não ficção que nos mostra abertamente como é a vida nesse país: corrupção, pobreza, intrigas, injustiças e sonhos.  
Destaque para Fátima Shaikh, , a  Perna Só – que vive às margens da margem, mas que busca diferenciar-se por suas qualidades sexuais e devido _a sua deficiência física vingar-se a custo de outras vidas, como a do pacato Abdul Hassan que desde que se lembra mora em Annawadi, sempre viveu a dura e triste realidade de ter que lutar para comer. Abdul é um de vários personagens que possui sonhos e um deles é sair desse bairro e buscar uma vida melhor, com uma mulher decente que o ame. Abdul é realista, íntegro e sonhador.

Katherine Boo comenta na nota ao final do livro que queria um livro que respondesse todas muitas questões que a inquietavam. Ao mesmo tempo, ela sentiu falta de obras de não ficção que abordassem a Índia e todos os seus fatores.  Então, Katherine tomou a incrível decisão de produzir esta obra.
"Esconder-se era algo que as pessoas culpadas costumavam fazer; ele era inocente e queria a verdade estampada em sua testa. Então, o que mais lhe restava fazer a não ser submeter-se às autoridades oficiais, à lei, à justiça? Conceitos que seu conhecimento limitado de história nunca tinham lhe dado razões para acreditar, mas nos quais ele pretendia acreditar agora."
Em novembro de 2007, Boo se adentra  em uma favela de Mumbai, na Índia, chamada Annawadi. Vivenciando os fatos e coletando informações para seu livro. Ela fez entrevistas e observou o cotidiano da população pobre desse bairro e, assim, todos os fatos narrados no livro são reais. Boo conseguiu descrever os sentimentos das pessoas por meio de perguntas e vários diálogos similares com os mesmos, de forma preciosa e coerente expõe em sua narrativa, ao mesmo tempo denuncia como políticos e agentes do estado corruptos de beneficiam da miséria, por eles perpetuada.
Personagens de uma realidade crua, perversa e violenta, humanamente transportados para uma narrativa emocionante e fiel. Katherine como uma escritora envolvente consegue nos transmitir os paradoxos do ser humano. Como sobreviver com adversidades? A mesquinhez, ganância, corrupção tão presentes na sociedade capitalista, são características também de pessoas “comuns”, empobrecidas, à margem desse mesmo mundo “externo” competitivo e destrutivo. A autora não coloca uma aura de pureza, mas mostra com poesia e sem máscaras pessoas que, apesar de todas as dificuldades, desejam um final feliz para suas vidas.

Resenha por Cris Nascimento
Back
to top