quarta-feira, 29 de maio de 2013

[RESENHA] John

Livro: John
Autor(a): Cynthia Lennon
Editora: Larousse
Sinopse: John Lennon por trás da fama e da vida pública, visto pelos olhos da mulher que amou o homem e conviveu com o mito. Chegou o momento, e eu agora me sinto pronta para contar a verdade sobre John e sobre mim, relembrando os anos que passamos juntos e os decorridos desde a sua morte. Há muitas coisas que nunca revelei, muitos incidentes sobre os quais nunca falei e muitos sentimentos que ainda não havia expressado: de um lado, um grande amor; de outro, dor, sofrimento e humilhação. Só eu sei o que realmente aconteceu entre nós, por que ficamos juntos e por que nos separamos, além do preço que tive de pagar por ter sido mulher de John.
Aqui está o verdadeiro John - um homem irritante, adorável, algumas vezes cruel, engraçado, talentoso e carente, que causou impacto tão profundo no mundo.




Resenha: Nunca tinha me interessado em momento algum por saber mais sobre Cynthia, a primeira esposa de John, já que esta não teve muita atenção da mídia, ao contrário de Yoko Ono, mas ela fez bem ao se manter reservada por todo esse tempo. A narrativa de Cynthia é muito cativante, eu me senti tão alegre e envolvida lendo um pouco mais sobre desde o surgimento dos Beatles até o seu rompimento, o relacionamento de seus membros e como era John na faculdade de Artes, onde os dois se conheceram. Duas pessoas completamente diferentes, a aluna aplicada e tímida e o rapaz bagunceiro e brincalhão, aquele que os pais jamais sonhariam em querer para as suas filhas. Como acontece em livros de romance, John com o seu jeito brincalhão acaba conquistando não só o sorriso de Cynthia, mas também o seu amor. Cynthia passou a fazer parte da vida de John a partir daquele momento, tornando-se um membro da família Lennon e da família Beatles. Em alguns pontos do livro, Cynthia demonstra ser submissa a John, são poucas as vezes que ela o confronta, deixando claro qual a sua opinião. O grande ápice do livro, a parte mais envolvente, aquela que te prende, é o momento em que a banda The Quarrymen adota o nome The Beatles e sai em turnê, é a partir dali, você só para quando termina. O que realmente me deixou meio confusa ao decorrer da narração de Cynthia, é a forma como em alguns momentos ela se faz de vítima e põe John como um vilão, mas apesar disso, mesmo com todos os defeitos do nosso querido Beatle, apesar da forma como ele tratou o seu filho Julian durante boa parte da sua vida, é de comover qualquer um os momentos em que ele fez de tudo para se reaproximar-se de seu filho, a forma como ele anos antes pelo seu pai, e a importância que John dera a suas fãs, as quais consideravam as verdadeiras responsáveis pelo sucesso da banda, muito além daqueles envolvidos na produção. Para quem é fã dos Beatles e de John Lennon, este é um prato cheio. 

Feito por Lara Bertrand

Back
to top