domingo, 19 de agosto de 2012

[RESENHA] Laços do espírito – Livro cinco – Academia de vampiros



Livro: Laços do espírito – Livro cinco – Academia de vampiros
Autor (a): Richelle Mead
Editora: Agir Editora


Resumo: 
Rose Hathaway volta de uma viagem longa e dolorosa na Sibéria, terra natal de Dmitri, e encontra sua amiga Lissa na Escola São Vladimir. É quase formatura, e as amigas mal podem esperar pela vida que terão além dos portões da Academia. Mas Rose perde a paz porque sabe que seus piores medos podem se tornar realidade: Dmitri provou o
sangue dela e agora está em seu encalço. Ele não vai descansar até que Rose se junte a ele... para sempre.


Confira mais novidades no Site Oficial da Série






Resenha:
O quinto livro, instigante e esperado (Pelo menos por mim), FINALMENTE, chegou. Tudo bem que eu já tinha lido ele pelo computador, mas isso para mim não tem aquela emoção que é estar com o livro em si nas mãos. Sem mais delongas...
Rose finalmente se tornará uma oficial guardiã. Como é chamada, Guardiã Hathaway, ela exerce suas provas na St. Vladimir e passa com tudo para viver suas aventuras fora da academia ~Não que isso fosse novidade para a dampirinha~
Porém ainda há a questão de Dimitri Strigoi, a solta por aí, e mandando várias cartinhas de amor, misturadas com ameaças de morte que perturbam um pouco Rose. Por estar se formando, logo estaria saindo da proteção da St. Vladimir, assim dando chances para concretizar as ameaças de seu amor maligno Dimitri.
Rose também se ver numa posição de tentar salvar seu amor e alma dele, uma chance praticamente impossível mas que ela e Lissa, estão dispostas a enfrentar. Entrando assim num mundo conturbado e fazendo bastante coisas ilegais, elas saem com a ajuda de Eddie em busca da solução para salvar Dimitri de seu "destino" de Strigoi.
Aventuras vão, aventuras vem e aquele toque de mistério à flor da pele também dá um sentimento de desespero e suspense nesse livro, assim como em todos da série. 
Aviso que preparem os corações para fortes emoções e se controlem na vontade de arrancar as folhas do livro de raiva. Raiva essa que só faz prender-te ainda mais ao enredo do mesmo.
Assassinato, prisões, liberdade, amor... Tudo em um único e desesperador livro.
Back
to top