sábado, 11 de agosto de 2012

[NOSSOS AUTORES], por Ju Costa

Em 1999 ele foi demitido da empresa de cartões de crédito onde trabalhava. Usou o valor do seu FGTS para produzir mil exemplares de seu livro. Talvez vocês já tenham ouvido falar... um livro meio desconhecido, coisa pouca... apenas se tornou um best seller... apenas...
                Estou falando de André Vianco e “Os Sete”.
                Eu tenho que confessar que adoro essa história. E como não adorar?



Sinopse: Uma caravela portuguesa naufragada há cinco séculos é descoberta no litoral brasileiro. Dentro dela, sete cadáveres aprisionados em uma caixa de prata, acusados, na época, de bruxaria. Universitários irão estudar os cadáveres, que estão em perfeito estado de conservação... Será que estão mesmo mortos?







Uma curiosidade: Inicialmente o livro ia falar apenas sobre dois vampiros e o título ia ser “Os Dois”, mas Vianco não ficou satisfeito e fez mais cinco vampiros pra história! Porque – é claro – vampiros nunca são demais!

“Os Sete” foi um dos primeiros livros de vampiro que eu li, e o primeiro que se passa no Brasil. Foi uma experiência muito boa, como livros de vampiro geralmente são! =) Recomendo muito.

De lá pra cá, Vianco escreveu vários outros livros e se tornou um dos maiores escritores nacionais do estilo.




Atualmente, Vianco está trabalhando em seu livro “As Crônicas do Fim do Mundo”. Para quem tiver interesse em dar uma olhada, o primeiro capítulo está disponível aqui.

A obra, que vai chegar a 700 páginas, vai trazer alguns personagens de outros livros de Vianco. Vai ser interessante, principalmente, para quem já acompanha o trabalho do escritor.

Acima de qualquer outra coisa, André Vianco é um excelente exemplo para as novas gerações de escritores nacionais. Um exemplo de que se deve acreditar no próprio trabalho e de que não se deve desistir!
Back
to top