quarta-feira, 18 de julho de 2012

[NOSSOS AUTORES], por Ju Costa





Os Sete Selos
Acho que todo mundo - ou quase todo mundo - concorda que a Editora Underworld dá um novo sentindo a expressão "comprar um livro pela capa". Nossa... são algumas das capas mais lindas que a gente acha na livraria.
Os dois livros da Luiza Salazar já publicados pela Underworld não fogem a regra.

OS SETE SELOS



Sinospse: Lara Carver é uma jovem de 21 anos que trabalha para a Agência, um local especializado em estudar, localizar e conter fenômenos paranormais. Um evento inesperado tira Lara do conforto da Agência em Londres e a leva para Paris, onde ela descobre que uma força muito além de qualquer coisa que a Agência já enfrentou assolou a cidade à procura de um artefato milenar. Lara precisa se unir então a um velho amigo e ex-agente, Jason e a um demônio, Lucius, inimigo declarado de Lara desde sua infância, para descobrir quem está atrás do artefato e porque ele é tão importante. No entanto, a jornada de Lara vai lhe mostrar coisas que ela jamais esperava: sobre perigo, amor, amizade e acima de tudo, sobre os estranhos e poderosos segredos do seu próprio passado.







BIOS


Bios

Sinopse: Quando Liz abre os olhos, ela se vê nas ruínas de uma cidade. E como se isso não fosse assustador o suficiente, tem mais um detalhe: Ela não se lembra de nada. Completamente perdida e sem nada além de uma mochila com alguns itens pessoais, Liz logo é resgatada por um grupo de adolescentes com ela, apenas para descobrir que eles são refugiados em um mundo onde ser humano é um crime. Uma grande corporação conhecida como O Instituto, responsável por criar vida artificial – no chamado Projeto Bios – está caçando os humanos restantes sob o pretexto de que eles são selvagens e instintivos demais para serem livre. A medida que passa tempo com estas pessoas, perturbada por fragmentos de memórias que não consegue conectar, Liz logo começa a suspeitar que o item do seu passado, aquele que ela não consegue lembrar, pode ser o segredo para a acabar com a guerra. E que o Instituto vai fazer de tudo para ver esse segredo – e ela – enterrados para sempre. 

Fala sério, que capas lindas são essas?
Uma coisa, no entanto, precisa ser dita: Muito cuidado com esses livros da Underworld... Assim, não todos, mas alguns que eu já tive contato, pecam um pouquinho (ou muitinho) na revisão. Parece que o cuidado que sobra nas capas, falta na releitura. Vou dar como exemplo algumas resenhas postadas por leitores no skoob:

"(...) Já é o 3o. livro da Underworld que eu leio (ou abandono) por causa do descaso com a nossa língua." - Usuário: Debinha

"Estou lendo Instintos Cruéis, também da Underworld, e tá acontecendo a mesma coisa: diagramação e capa super bem feitas e uma péssima revisão. (...)" - Usuário: Matheus.

"(...) excesso do pronome “Ela” em suas frases. Não foi difícil encontrar um paragrafo de apenas 3 linhas ser recheados deste pronome, deixando a leitura um pouco travada. Vou dar um exemplo com este pequeno trecho do livro.

“Os pulsos de Lara cerraram-se com tanta força que ela achou que suas unhas fossem cortar a pele das mãos. Ela se levantou de um só movimento e quando sua voz saiu ela parecia estar engasgada”. Pag. 19" - Usuário: Cabulosa Serena

Agora, voltando ao tema principal: sobre a autora! Afinal, essa coluna é sobre "nossos autores" e não "nossas editoras" hauauha! Só achei que o comentário deveria se feito.

Em seu blog, a Luiza se descreve:


" Nascida e criada em Belo Horizonte, sou escritora e jornalista, apaixonada por livros, quadrinhos, videogames, animação, cinema e todas as outras coisas maravilhosas da vida.

Meus hobbys incluem escrever, desenhar, ver filmes e comprar coisas relacionadas a estas três coisas. Passo minhas horas pensando no dia que a realidade vai finalmente ser melhor que os sonhos.
Escritora levemente acidental, torturada pelo transtorno obsessivo de deixar um restinho de água em todos os copos, eu amo acordar todos os dias e acreditar no impossível. Ah, e eu tenho ataques de ansiedade constantemente."
Eu tenho que confessar que comprei 'Os Sete Selos' por causa do que li na orelha, não sobre o livro, mas sobre a autora. Me identifiquei muito. Juro que vi a capa, li a descrição da autora e comprei o livro sem nem saber qual era a história! hahaha! Acho que foi o primeiro livro que eu comprei porque pensei "Taí... curti essa menina. Vou comprar pra prestigiar o trabalho dela."

O próximo livro da autora vai se chamar "Um Toque de Morte" e vai ser lançado pela Editora Draco, embora ainda não tenha previsão de lançamento. "Um Toque de Morte" também vai estar disponível na versão e-book.
Outra novidade legal é que a a Luiza já anunciou em seu blog que 'Os Sete Selos' vai ter uma continuação! Aguardem!
E pra concluir, a autora dá um incentivo para quem tem interesse em se tornar escritor:
"Acho sempre bom ouvir de novos escritores e eu sempre encorajo meus leitores ou as pessoas que me mandam email sobre isso a persistir mesmo quando parece que tudo está indo contra você. Escrever não é um trabalho fácil, as pessoas desacreditam muito, mas se é isso que você gosta de fazer, então persista. O primeiro livro pode nunca ser publicado ou pode virar um best seller, não existe fórmula pra isso. A dica que eu posso dar é revisar bastante sua história, fazer notas e tal. Pede pra alguma amiga ler, ver se te alguma coisa que está confusa, isso é sempre importante.
Assim que você achar que tem o melhor material possível em mãos, escolha as editoras que te interessam e comece a entrar em contato pra mandar seu material. Não é fácil, tem muita rejeição, mas vale a pena!" - Luiza Salazar
Vale a pena conferir! =)
Coluna feita por Ju Costa.
Back
to top