domingo, 24 de junho de 2012

[RESENHA] SETE MINUTOS NO PARAÍSO

Galera mais uma resenha do livro da nossa querida autora parceira Rafaella Vieira 
Feita pelo nosso participante Cluber Fabson Gabriel


Resenha: Sete Minutos no Paraíso - Uma amizade, uma proposta, uma noite... é uma história bastante engraçada e muito romântica. O livro é narrado em primeira pessoa, o que nos leva a conhecer pessoalmente a nossa protagonista, Raquel (que por sinal é muito complicada!). Senhorita Complicação que deveria ser o nome dela pois a garota é louca, doida, mais que maluca pelo Diego, que por acaso ou não, é seu melhor amigo desde sua infância. Aí, já se vê a complicação quando uma menina se apaixona, logo, pelo seu melhor amigo... Essa paixão, que surge aos poucos que porém agora ela resolve fazer uma proposta (e que proposta) para o Diego. É no decorrer dessa grande confusão amorosa que Raquel, vai mudando aos poucos, até que de PRETO E BRANCO conhecemos uma Raquel mais COLORIDA. As amizades vão surgindo, e em si ela se torna mais sociável do que antes. Lendo o livro notei a presença maravilhosa de algumas palavras muito usadas por nós como: "Oxe", "Eita", "Vixe", "Tô ligado". Além das menções de livros, séries de televisão, personagens de livros etc.

"Eu sou a 'Melhor Amiga do Mundo'. É sério, eu
tenho uma caneca com isso escrito para provar." - Pág. 10

A narrativa é "leve" e os acontecimentos vão surgindo aos poucos, sem ser nada forçado. Um dos personagens que mais gostei foi a mãe da Raquel, apesar de "todo-aquele-jeito", ela se mostra uma pessoa que tem sentimentos com a filha. E pude até tirar uma lição, com ela: "Existem várias formas de demonstrar amor, o problema é que as pessoas entendem de forma errada." Depois de todas as esquisitices, ela se mostra uma personagem muito especial, uma mãe de verdade. O livro é surpresa do início ao fim, você pensa uma coisa, mais depois descobre outra coisa com total sentido. Não consegui parar de lê-lo um só minuto, é surpresa atrás de surpresa, coisas que você nem sonhava que aconteceria... ACONTECE!

"Ouvir música o tempo todo (o meu passatempo preferido) só
piora a situação e faz com que eu pense nele de modo doentio." - Pág. 78

Apesar de tudo, acho que consigo entender Raquel por todo seu desespero. Deve ser díficil se apaixonar por uma pessoa que você só tinha laços de amizade.

Eu mais que recomendo você ler.
Back
to top