quinta-feira, 5 de novembro de 2015

ENTÃO EU ASSISTI... 007 - CONTRA SPECTRE

007 - Contra Spectre

Lançamento: 05/11/2015
Elenco: Daniel Craig, Christoph Waltz, Ralf Fiennes, Léa Seydoux, Dave Bautista
Diretor: Sam Mendes
Distribuidora: Sony Pictures
Nota

Mais uma vez o agente mais letal do mundo mostrou a que veio. Com 007- Contra Spectre vemos Bond enfrentar um novo, e mais perigoso ainda, inimigo (ou seria um velho inimigo?).
Esse quarto filme, e último do maravilhoso Daniel Craig no papel, veio fechar o ciclo com chave de outro. Acredito que o objetivo foi feito com 80% de sucesso.
O filme é muito bom, não me levem a mal, mas para ser o último do Craig faltou mais ação, humor, cenas mirabolantes... Ou seja, mais do James Bond que todos amamos. Isso sem falar que abertura (a mais tosca de todas) faltou mais spoilers.


Um grande amigo meu (Will) me chamou a atenção para as aberturas dos filmes do 007, que são praticamente todo o filme contado logo no começo, e não é que é verdade (risos). Levando isso em consideração Spectre deixou a desejar, pouco spoiler do filme e uma mistureba danada.
E que música de abertura foi aquela? Saimos de Adele (que ganhou o oscar com Skyfall) para Sam Smith "Writting's On The Wall", eita carinha de voz esquisita e música chata (sorry aos fãs).

Num aspecto geral o filme foi muito bom e super bondiano (deveria existir esse termo). Ele retoma ao Bond do passado (aquele mais classudo do Pierce Brosnam e o menos fuderosão do Craig), que se envolve com belas mulheres e viaja o mundo inteiro em busca de pistas.
Nesse filme o programa corre um grande perigo de extinção e Bond não está ajudando muito, após a morte de sua antiga chefe ele parte para uma investigação "praticamente" particular e aos poucos descobre sobre uma organização de mega criminosos, que já cruzou o seu caminho, chamada Spectre. Com a ajuda da filha de um assassino (e seu antigo adversário) ele vai chegando cada vez mais ao centro de todo o mal. Sozinho, mais uma vez sem apoio nenhum, Bond parte por uma jornada para trazer a tona toda a organização e a tentar salvar o projeto 00.

O elenco estava maravilhoso!!! A escolha dos vilões, a bond girl e o apoio foi tudo perfeito. Carinho especial para os vilões *-*
No geral o filme é muito bom, só não é bom o suficiente para ser uma despedida digna do Daniel Craig, e ao que tudo indica ele não será o único a sair da produção. Há rumores de que o diretor, Sam Mendes, também está largando a produção do 007. O que será que vem por aí... E o pior: quando será que vem algo daí?
Back
to top