sexta-feira, 8 de maio de 2015

[SERIEMANIA] SÉRIES NERDS - PARTE III

Olá, comunidade humana. Valeffort, mais uma vez!

Não sei como vocês passaram os últimos dias, mas eu - particularmente - estive com uma agenda bem agitada, nesse meio tempo eu tomei posse na Academia de Letras e Artes da minha cidade, e como demandava uma série de preparativos até a posse, eu estive ausente. Então, peço desculpas por isto.

Como nós já tínhamos falado das outras vezes, desta vez eu vou falar um pouco sobre mais três séries que escolhi, e esta vai ser a penúltima parte deste trabalho que vem sido desenvolvido sobre Séries Nerds. A última parte desta série de postagens será feita na semana que vem (sexta-feira, 15), pois então teremos por fim o Nerday (que vai ser uma delícia) ~espero ver todos vocês lá~.

THE LIBRARIANS 



Nostalgia define essa série.
A muitos anos atrás, quando um menino entrou na locadora (esse menino era eu), ele avistou um DVD chamado: O Guardião da Lança Perdida, pelo visto uma tradução muito mal feita, pois em Inglês era Librarian, que significa bibliotecário. Segue-se que um por vez, a mente mais brilhante da humanidade (naquele momento) é escolhida pela biblioteca para guardar as maravilhas que ela contem, e recuperar artefatos ao redor do mundo. Não bastassem os perigos que se encontram pelo caminho de suas aventuras, o Bibliotecário tem que rivalizar com uma sociedade negra conhecida como a Irmandade da Serpente. Quando eu vi essa história sair do formato filme, e se tornar série, eu fiquei FASCINADO. Tinha que haver algo bom aqui. E, uau, houve uma mudança e tanto na história pois a Irmandade da Serpente está matando os possíveis próximos bibliotecários para que assim que o atual morra, não haja como substitui-lo. Então 3 "candidatos", o bibliotecário e sua guardiã formam um time e tanto durante a sua jornada.

THE WALKING DEAD



O que é que os zumbis querem? Não, não estão em busca de cérebro. Eles clamam por carne, carne fresca. Estamos caminhando para extinção... está é um das séries atualmente mais conhecidas do cenário. Basta procurar no google e dezenas de milhões de resultados vão aparecer. Eu consegui chegar ao 7º episódio da 2ª temporada, e... É viciante! Completamente modinha, segue alguns clichês, e coisas inconcebíveis como dar a luz no meio de uma crise zumbizódica. Eu descontinuei a série pois fui vítima do hiato. Eu sou vítima de hiatos... Depois de um hiato, eu posso simplesmente largar a série por n's motivos. Mas eu recomendo. Não se trata só da crise de zumbis, também se trata da construção dos personagens... Alguns você vai simplesmente odiar. E isso vai ser bom.

DR HOUSE



Pera, aquele cara é tão f*da quanto pregam por aí? Honestamente, eu posso ser mal visto depois do que eu vou falar, então antes eu vou amenizar a crítica com um "foi uma série bem recebida pelo público" que foi dissolvendo-se ao longo da série. A figura do médico manco (a Joelma fez uma música pra ele: Médico manco agora eu vou te ensinar, rs.) Nem todas as críticas iriam ser boas, seriam? Não. Não faz meu tipo. Eu não consegui terminar a primeira temporada de House, o sono se apossava de mim. E se apossava com força. Pra quem gosta do tipo, nerds bem reservados, a série vai agradar vocês, mas eu só descobri um bom sonífero.

Sobre a música da Joelma que eu citei, foi só um pouco de humor (não sei se foi engraçado, mas era pra ser, então se você não sorriu, finja um sorriso...).

Acho que acabei a matéria um pouco amargo, mas é isto. Vejo vocês semana que vem, na terça-feira (11) e na sexta-feira (15). Abraços meus queridos leitores <3.
Back
to top