domingo, 21 de setembro de 2014

[RESENHA] COLIN FISCHER

Livro: Colin Fischer
Autora: Ashley Edward Miller e Zack Stentz
Editora: Novo Conceito


Resumo: 

Resolvendo o crime. Uma expressão facial por vez. O ano letivo de Colin Fischer acabou de começar. Ele tem cartões de memorização com expressões faciais legendadas, um desconcertante conhecimento sobre genética e cinema clássico e um caderno surrado e cheio de orelhas, que usa para registrar suas experiências com a MUITO INTERESSANTE população local. Quando um revólver dispara na cantina, interrompendo a festinha de aniversário de uma das garotas, Colin é o único que pode investigar o caso. Está em suas mãos provar que não foi Wayne Connelly, justamente aquele que mais o atormenta, que trouxe a arma para a escola. Afinal de contas, a arma estava suja de glacê, e Wayne não estava com os dedos sujos de glacê…




Resenha:

Colin é um garoto diferente, portador de Síndrome de Asperger, o garoto vive em seu próprio mundo, um mundo de objetividade e lógica, onde o convívio e a interação social são difíceis, dessa maneira, ele tenta se adequar da maneira que pode. Com um inseparável caderno de anotações, e uma série de expressões faciais desenhadas (que o ajudam a identificar o que as pessoas sentem), Colin se envolve em um mistério, após uma arma ser disparada na cantina de seu colégio.
Em todo momento, Colin consegue rapidamente se tornar um protagonista incrivelmente carismático, também com vários toques de humor ao longo do livro. O mistério do tiro é o que guia o caminho de Colin através do enredo, ele utiliza toda sua inteligência para desvendar a trama.
Sofrendo bullying dos valentões do colégio, Colin não se deixa abalar, sempre seguindo em frente e tentando entender o mundo ao seu redor. Discutindo com sutileza, questões como preconceito e convivência com o que é “diferente”, o livro é de uma leitura leve e prazerosa para os mais diversos leitores.
Back
to top