sexta-feira, 1 de agosto de 2014

[RESENHA] A CORTE DO AR

Livro: A Corte do Ar
Autor: Stephen Hunt

Resumo: Quando a órfã Molly Templar testemunha um assassinato brutal no bordel onde foi colocada como aprendiz, seu primeiro instinto é correr de volta para o orfanato em que cresceu. 
Ao chegar lá e encontrar todos os seus amigos mortos, percebe que ela era o verdadeiro alvo, pois seu sangue contém um segredo muito cobiçado pelos inimigos do Estado. Enquanto isso, Oliver Brooks é acusado pela morte do tio, seu único familiar, e forçado a fugir na companhia de um misterioso agente da Corte do Ar. Perseguido pelo país, Oliver se vê cercado de ladrões, foras da lei e espiões, e pouco a pouco desvenda o segredo que destruiu sua vida.   Molly e Oliver serão confrontados por um poder antigo que se julgava destruído há milênios e que agora ameaça a própria civilização. Seus inimigos são implacáveis e numerosos, mas os dois órfãos terão a ajuda de um formidável grupo de amigos nesta aventura cheia de ação, drama e intriga.



Resenha:
   Aos que gostam do estilo steampunk, esse livro é leitura obrigatória, e para aqueles que ainda não conhecem é uma excelente oportunidade para se conhecer e se apaixonar.
Para os que não sabem... Steampunk é um estilo de escrita ( livros, filmes, animes e afins...) que faz uma junção do antigo e do moderno, a historia se passa num passado futurista onde há dirigíveis, maquinas a vapor (computadores, armas, carruagens...) e também robôs.
Em A Corte do Ar conheceremos Molly e Oliver, dois jovens órfãos que não tem nada em comum nas suas historias, porem são os únicos capazes de salvar os humanos da extinção e derrotar um poderoso e inimigo.
   Molly Templar foi abandonada nas portas de um orfanato ainda bebe, e ainda criança foi salva  por um homem a vapor quando foi soterrada. Desde então ela descobriu que tem uma afinidade com maquinas. Após quase ser morta, e ver um assassinato, num bordel onde foi posta a trabalhar como aprendiz, conseguir fugir, retornar ao orfanato e ver seus amigos mortos após um bárbaro ataque ela descobre que as pessoas que fizeram isso estavam atras dela.
   Com a ajuda de alguns humanos e homens a vapor, ela parte para tentar descobrir o por que dessas pessoas estarem tão interessadas nela e qual a relação de tudo isso com os assassinatos sinistros que vem acontecendo na ruas da cidade.
Oliver Brooks também é órfão e desde que foi encontrado vagando  perto de bruma encantada quando tinha cinco anos vive de favor na casa de seu tio e um prisioneiro vigiado de sua cidade (quem entra em contato com bruma encantada se torna um encantado com dons perigosos e poderosos), esperando pelo seu destino, como ate então não manifestou nenhum poder ele vem sendo vigiado periodicamente pelos cantores do mundo. Quando seu tio é brutalmente assassinado Oliver passa a ser culpado pelo ato e devido a isso foge com o auxilio de um amigo do seu tio, que é também um vigarista procurado por diversos crimes. Sem entender o que esta acontecendo e sem saber em quem confiar, ele parte em busca de respostas. Nessa busca ele acaba descobrindo que ele e uma garota são os únicos capazes de salvar a humanidade de uma iminente guerra com um poderoso e lendário inimigo.
  Um é a Defesa e o outro é o Ataque,  mas será que esses dois jovens conseguirão salvar a si mesmos para poderem salvar o mundo? Que mistérios se esconde em seus passados e que futuro os humanos poderão  ter? E se os dois não forem suficientes para derrotar esse poderoso inimigo?
  Essa é uma história simples e complexa... É simples pelo fato de se tratar de uma história com um tema sobrenatural onde dois jovens, que possuem dons fantásticos, terão que se unir para derrotar um terrível  inimigo místico. E complexa em seu linguajar técnico (todos os nomes das maquinas e lugares), suas abordagens políticas e religiosas.
Admito que no começo da leitura não entendi nada, tudo era muito estranho e as vezes tinha que reler, mas quando as coisas foram fazendo sentido eu me peguei super empolgada e maravilhada com a história. O livro me prendeu de tal forma que não consegui para de ler ate chegar ao fim...
  O autor escreve e descreve as cenas e os personagens de uma forma tão rica em detalhes que é como se estivéssemos lá. Estou super ansiosa pelo próximo!!!
Eu adorei o livro e super recomendo!!!
Back
to top