sexta-feira, 7 de fevereiro de 2014

[RESENHA] ENFEITIÇADAS

Livro: Enfeitiçadas
Série: As Crônicas das Irmãs Bruxas - Livro I
Autora: Jessica Spotswood
Editora: Arqueiro

Resumo:

Antes do alvorecer do século XX, um trio de irmãs chegará a idade adulta, todas bruxas. Uma delas terá o dom da magia mental e será a bruxa mais poderosa a nascer em muitos séculos: ela terá poder suficiente para mudar o rumo da história, para suscitar o ressurgimento do poder das bruxas ou um segundo Terror. Quando Cate descobre esta profecia no diário de sua mãe, morta há poucos anos, entende que precisa repensar seus planos. Qual será a melhor opção: servir a Irmandade, longe dos olhos vigilantes dos Irmãos Caçadores de Bruxas, aceitar uma proposta de casamento que lhe garanta proteção e segurança ou abandonar tudo e viver um grande amor proibido?

Prepare-se para se encantar com os jovens pretendentes de Cate, abominar o ódio e a repulsa que os Irmãos dedicam a meninas e mulheres, e aguardar ansiosamente pela sequência de As Crônicas das Irmãs Bruxas.


Resenha:
O livro conta a história das três irmãs Cahill, com destaque em Cate - a irmã mais velha. Quando a mãe de Cate morreu ela só tinha 13 anos, sua irmã Maura era um ano mais nova e sua irmã Tess só tinha sete anos. Cate aos onze soube que era uma bruxa e ser uma bruxa é uma coisa horrível, pois elas eram perseguidas, exploradas, e presas em hospícios (isso quando não sumiam). Sua mãe ensinou o básico da magia para ela e sua irmã Maura (também bruxa), porém morreu muito jovem devido a complicações no parto.
Desde então Cate assumiu a responsabilidades por suas irmãs e tentando a todo custo fazer como que elas passassem despercebidas na cidade.
Vários anos se passaram e Cate agora está prestes a completar 17 anos, só que mais um problema surge, aos 17 anos as moças devem declarar sua intenção, ou seja, ou Cate se compromete com alguém, ou vai pro convento, ou os irmãos (como os homens da fraternidade são chamados) escolhem um companheiro para ela. É nessa hora que o seu antigo amigo, e vizinho Paul, finalmente retorna a cidade e se declara para Cate (uma luz no fim do túnel para seus problemas), ela começa a notar melhor e de maneira mais feminina o seu jardineiro Finn e uma governanta (da irmandade) é contratada para a casa dela.
Como se todas essas mudanças não bastassem Cate recebe uma carta super estranha e encontra o diário de sua mãe, e é aí que as coisas complicam de vez. A mãe de Cate descreve no diário sua preocupação sobre a possibilidade de Tess também ser bruxa, o que as tornam na escolha mais óbvia de serem as três irmãs bruxas de uma antiga profecia, a última profecia da época em que as bruxas estavam no poder. 
A profecia fala que "antes do alvorecer do século XX, um trio de irmãs chegará a idade adulta, todas bruxas. Uma delas terá o dom da magia mental e será a bruxa mais poderosa a nascer em muitos séculos: ela terá poder suficiente para mudar o rumo da história, para suscitar o ressurgimento do poder das bruxas ou um segundo Terror." e o problema é que Cate tem o poder da magia mental.
Será que Cate irá decidir entre o amor, a obrigação ou a proteção? São muitas opções mas somente uma escolha... 
A história é muito boa, apesar de ser histórico não vi muitos elementos que destacassem esse ponto da história. Eu adorei muito o enredo, a descrição e tudo mais...
Cate é uma heroína que se dedica a sua família e ideais, e que apesar das enormes responsabilidades jogadas nas suas costas começa a viver um pouco mais, e eu adorei o Finn (ele é muito fofo e maravilhoso). As irmãs de Cate são duas personagens fortes e de personalidades bem distintas e marcantes, o que nos deixa querendo saber o que irá acontecer com cada uma dessas irmãs.
Confesso que no começo do livro eu estava meio sem vontade de ler... Mas aos poucos a história foi tomando conta e eu não consegui largar mais o livro.
Infelizmente, para mim, a história acaba num momento crucial da trama e estou morrendo de curiosidade para saber o que mais irá acontecer!!!
Recomendo muito *****
Back
to top