domingo, 29 de abril de 2012

Resenha: Cartas de Amor de Homens Notáveis

Livro: Cartas de Amor de Homens Notáveis
Autor (a): Ursula Doyle
Editora: Best Seller
Paginas: 160


Sinopse: Cartas de Amor de Homens Notáveis: Romances Protagonizados pelas Personalidades mais Influentes da História

"O livro mais romântico de todos os tempos" - The Daily Mail

Inspirado no livro da personagem Carrie Bradshaw no filme "Sex and the Ciyt", Cartas de Amor de Homens Notáveis reúne algumas das correspondências mais românticas da história, encontradas em meio a documentos pessoais de ícones como Beethoven, Victor Hugo, Honoré de Balzac e Charles Darwin.

Por meio dessas correspondências, o leitor poderá satisfazer sua curiosidade sobre os casos amorosos e a vida particular de figuras históricas importantes e conhecer todas as nuances da paixão, desde a refinada eloquência de Oscar Wilde, passando pela singela devoção de Mozart até o ciúme que Napoleão sentia de sua primeira esposa, Josefina. Amor, esperança e desejo estão representados neste livro, assim como o prazer de receber ou enviar uma mensagem à pessoa amada. 



Sobre a autora:

Ursula Doyle nasceu em 1967. Formou-se no King’s College, a quarta universidade mais antiga da Inglaterra, em 1989 com um diploma em inglês. Desde então, ela trabalha como editora do mercado de livros. Atualmente ela mora em Londres e é diretora editorial da Virago, empresa britânica dedicada à publicação de obras literárias escritas por mulheres.





Resenha:


Já imaginou existir um lado romântico e poeta em homens como Plínio, rei Henrique, Napoleão, Beethoven, Oscar Wilde, Darwin , Vitor Hugo entre outros nomes da história? Agora imaginem um pesquisador que conseguiu reunir cartas ou trechos delas que são verdadeiras jóias mostrando a realidade das sociedades em outras épocas assim como os romances secretos ou não desses grandes e importantes homens? Pois esta jóia foi lapidada. Em Cartas de Amor de homens notáveis nos apaixonamos pelos escândalos e forças arrebatadoras do amor de um homem por uma mulher. Dentre todos os listados no livro, quem mais me encantou foi Napoleão Bonaparte para Josephine , do Segundo-tenente J. Lindsay Rapoport para sua noiva e do Segundo Major J. Milne para a esposa Meg. Li com lágrimas nos olhos , não sei se por paixão e forte ligação que tenho pessoalmente com assuntos relacionados com a 1ª e 2ª guerras mundiais ou por outro motivo que desconheço, mas as cartas ou fragmentos que foram encontrados mostra uma linda história de amor que devia ser contada . Segundo-tenente J. Lindsay Rapoport noivou na primavera de 1918 antes de ir à guerra para provar a sua amada que ele voltaria por ela. Porém a guerra era implacável e tudo que eles tinham eram suas cartas. Ele nunca voltou, seu corpo mortalmente ferido nunca foi encontrado e tudo o que se tem dele são suas frases .

Resenha feita pela:  Agatha Félix

Back
to top